Batedeiras da minha vida

em 22/10/2018


Oi gente linda! Tudo bem com vocês?


Vocês fazem bolo em casa?
Eu faço, sempre fiz, acho que desde os 7 ou 8 anos (talvez até antes) ajudava minha Mãezinha a prepará-los, untando a forma, separando os ingredientes, olhando a batedeira misturando tudo e o forno completando o preparo. Por volta dos 12 anos já era eu quem fazia tudo sozinha. Geralmente simples, bolo "de nada", ou mesclado com chocolate, às vezes com cobertura de açúcar com suco de laranja, com banana e calda de caramelo, às vezes de fubá com bastante canela.
A batedeira, com seu barulho chatinho que enchia a casa, faz parte de minhas mais antigas lembranças. Aquela batedeira da minha mãe, vermelha e pesada, ainda está aqui em casa até hoje. Acho que é dos anos 60/70 e está funcionando perfeitamente.


Batedeira vermelha Walita antiga
Essa era da minha mãe, Walita modelo BBT 200 do início dos anos 70.



E com uma presença tão forte eu não poderia deixar de ter uma quando me casei. Ganhei a minha Arno Ciranda de uma das minhas tias, da cor e do jeitinho que eu queria: simples, cor caramelo, com duas tigelas e acessórios para massa pesada (que nunca usei). Me acompanhou por 25 anos. Fiz tantos bolos com a ajuda da danadinha...


Batedeira Arno Ciranda Antiga
Minha primeira batedeira, Arno Ciranda do início dos anos 90.



Até que há uns 3 meses meu mixer Walita Handy pifou. Este também me acompanhou nestes 25 anos. Ele tinha um par de batedores parecidos com os da batedeira, e eu usava para bater claras em neve.
Sem ele complicou: bater claras em neve na mão é um suplício (pelo menos pra mim), na batedeira daria muito trabalho revezar os batedores na massa e nas claras. Tive então uma ideia genial: comprar um par extra de batedores da minha Arno. Praticidade pura!

Fomos à assistência técnica da minha cidade e levamos um dos batedores e o motor. Depois de uma longa espera o atendente voltou do fundo da loja com o motor, um par de batedores que ele jurava que estavam servindo perfeitamente, mas que na verdade só entravam e saiam do encaixe usando muita força, e sem o meu batedor original.
Resumindo a história: depois de muita demora, muita teimosia em querer me entregar um batedor enferrujado como se fosse o meu, fui em casa buscar o meu outro batedor e consegui de volta meu acessório original, porém a batedeira acabou-se. A engrenagem de encaixe do batedor foi destruída e a que repuseram não aguenta bater massa de bolo. Só consigo bater claras em neve.
Que ironia...

Fiquei tão triste!
Então maridão decretou: está na hora de ter uma batedeira nova. Depois de uma rápida pesquisa nas poucas lojas da minha cidade, compramos a Philco Planetária PHP 500.



Batedeira Philco branca
Ainda não retirei a proteção azul do detalhe em inox porque gostei da cor. Quando enjoar, retiro.



Confesso que eu nunca tinha pensado em ter uma dessas.  Apesar de achar as planetárias lindas e potentes, eu estava satisfeita com a minha velha de guerra.
Agora já usei algumas vezes a minha branquinha, e se eu tivesse um balcão na cozinha bem grande ela estaria lá como decoração também. A Philco Planetária PHP 500 é, além de tudo,  muito bonita.
Ah, e já fiz até massa de pão nela e adorei a experiência.
Só por experiência mesmo, porque o pão não ficou bom não kkkkk.



Depois de ter comprado a batedeira meio que no impulso, e acho que acertamos em cheio na escolha da marca e modelo, me lembrei que não tinha pesquisado na internet. Quem nunca? E lá fui eu conferir se fiz ou não boa compra. Naveguei em alguns sites e achei os preços parecidos com os 250 reais que paguei, mas se eu tivesse esperado pra comprar on line teria conseguido um bom desconto. Como? Com cupons de desconto.

Visitei naquele dia o site Cupom Válido e gostei muito do que vi. Lá tem cupons de desconto de várias das lojas on line que pesquisei. Tem também promoções e os cupons são de uma grande variedade de lojas on line, de muitos segmentos, tipos de produtos e serviços.



Achei a navegação no Cupom Válido leve, o serviço fácil de utilizar, gratuito, não se perde tempo fazendo cadastro e a compra é feita diretamente no site das lojas. Gosto tanto da ideia que tenho certeza de que ainda vou utilizar muito.


Comprei o produto com recursos próprios. 
Minhas impressões são espontâneas e representam minha real e sincera opinião.

4 comentários:

  1. Boa noite Patricia! Vc podia me doar os batedores da boa e velha Ciranda Arno. Os meus quebraram e não encontro outros pra comprar. Como a batedeira não tem nenhum defeito e sou militante do "Consumo Consciente, não queria descartá-la. Caso não queira me doar, vc disse que a engrenagem não tá boa, no Mercado Livre vc encontra pra comprar e pra colocar, vá ao youtube que vc encontra vídeo que ensina. Eu nunca vi pq nunca procurei, mas já vi vários ensinando a consertar coisas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Divina. Eu já procurei as engrenagens no Mercado Livre (eu e o marido somos desses que tentam consertar as coisas sozinhos), e lá só encontro das mesmas que o rapaz da loja colocou, ou seja, não servem, não são iguais à original. Já desisti mesmo da Ciranda Arno. Semana passada comprei a tigela da Philco nova, portanto já posso me desapegar da antiga. Vou tentar entrar em contato diretamente com você para tratarmos do envio dos batedores, ok?!
      Beijos e obrigada pela visita.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Olá Ptricia, eu vi tua mensagem lá no Google por acaso, pq nunca acesso. Te respondi lá, mas vc não deve ter visto. Podemos nos falar pelo facebook se vc tiver, se não tiver, pode ser por email. Face:https://www.facebook.com/divina.venancio. Me solicita e manda mensagem no pv que eu te add.
    Email: divenancio13@yahoo.com.br. Muito obrigada pela atenção, viu! Te aguardo.

    Bjus. PAZ E LUZ!

    ResponderExcluir

Eu adoro quando você vem visitar o meu cantinho, e gosto mais ainda quando você deixa um comentário!
Obrigada pela visita.
Beijos!