Desafio "Todas as Marcas" concluído

Oi gente linda!

Tudo bem com vocês?


Desde março iniciei uma série de postagens que chamei de desafio, mostrando todas as marcas de esmaltes que eu tenho e usei ao longo destes quatro meses. Foram 34 posts onde mostrei um vidrinho de cada uma das 35 linhas que eu usei, de 32 marcas diferentes entre importados e nacionais. Todos são free ou hipoalergênicos. Foi ótimo porque assim me vi obrigada a usar esmaltes que há tempos estavam na fila. Poucos me deram alergia, outros decepcionaram, e alguns foram gratas e apaixonantes surpresas.
Não entraram nesta série alguns que eu já tinha experimentado antes do desafio e me causaram alergia. Nem preciso dizer o porque, não é?!
Vou relacionar aqui o link de todos, por ordem de postagem, assim fica mais fácil visualizar a quantidade, marcas até minhas consultas futuras kkkk.


Março

Orly, Derma Nail, Ludurana e Colorama


Abril

Mohda e Anita


Maio

Lapogée, Hits Speciallità, Risqué, Granado e Impala


Junho

Avon, Revlon e Alfaparf



Julho

Océane Femme, Sadok, Beauty Color e DNA Italy


Agosto

The Balm, 5Cinco, Maybelline, Bourjois, Koloss, Cyllio


Setembro

Preta Gil e Deborah Secco (Luxor)


Outubro

Flávia Alessandra by Mohda, Dote, Argento


Novembro

Sally Hansen e Vefic Prem


Dezembro

Tuila, Cláudia Raia by Luxor e Mavala



Algumas destas marcas têm vários vidrinhos na minha coleção, já outras comprei só um para experimentar.
Agora vale perguntar: porque eu me propus esse desafio?
A resposta é simples: para listar e mostrar a quantidade enorme de opções que agora nós, alérgicas, temos tanto em marcas quanto em propostas 3 free e hipoalergênicas. Ainda tem marcas que não tive acesso, e assim que eu conseguir e testar venho aqui atualizar o post.

E aí, viram todos? Perderam algum post?


Esmalte Mavala Shimmer Violet

Oi gente linda!

Tudo bem com vocês?

Como foi o Natal? Espero que tudo bem, com família e gente querida reunida, união e paz. Fiquei em casa quietinha, maridão trabalhando e eu assistindo televisão.

O post de hoje é o último da série "todos as marcas de esmaltes que eu tenho" até hoje. Eu tinha que terminar antes do fim do ano e consegui. Na verdade, a esmaltação é de outubro, mas só hoje estou conseguindo mostrar. É o Mavala Shimmer Violet, que depois incrementei com uma carimbada usando o Granado Janis.

Esmalte Mavala Shimmer Violet

Esmalte Mavala Shimmer Violet

O Shimmer Violet é um importadinho lilás bem suave, quase prata, metalizado com tendência para o fosco. Mesmo eu aplicando top coat ele continuou mostrando acabamento fosco. Por fim achei bonito, combinou com a cor. O esmalte é espesso, usei duas camadas que cobriram bem as unhas e secaram rápido, mas deu bolinhas. Foi fácil limpar os cantinhos apesar dos brilhinhos.
O vidrinho, mini, é um fofura, com tampa dourada, pincel comum redondinho.


Rótulo
Clica que aumenta

O rótulo foi coberto por um outro, acho que do distribuidor nacional. Apesar das letras muito miúdas e do desgaste, é possível ler a lista dos componentes da fórmula, que não contem os venenos que provocam alergia. Achei o cheiro do esmalte forte, mas não tive nenhuma reação, então tudo ok.


Esmalte Mavala Shimmer Violet e Granado Janis

Esmalte Mavala Shimmer Violet e Granado Janis

Esmalte Mavala Shimmer Violet e Granado Janis

Dois dias depois resolvi carimbar usando o Granado Janis e o placa Apipila 01. Pra cobrir tudo, uma camada do Ludurana Toque Final. Achei uma fofura essa combinação.


Esmalte Mavala Shimmer Violet e Granado Janis


Fructis Cachos Poderosos Creme para Pentear - Eu usei.

Oi gente linda! Tudo bem com vocês?

Como vão os preparativos para as festas de fim de ano? Animadas?
Eu já fui mais festeira, hoje em dia gosto de tranquilidade e menos agito. Principalmente no Natal. E com maridão trabalhando, as coisas por aqui ficam bem devagar.

Tenho experimentado muitos produtos para os cabelos, esvaziando um pouco o meu estoque que juntei ao longo do ano. Afinal, é assim que a gente abre espaço para novas aquisições. Há uns três meses usei, continuamente, o Creme para Pentear Fortificante Garnier Fructis Cachos Poderosos e vou agora contar tudinho pra vocês do que eu achei dele.


Creme para Pentear Fructis Cachos Poderosos

O Creme para Pentear faz parte de toda uma linha composta de Shampoo, Condicionador, Creme para Pentear, Creme de Tratamento e o Super Óleo. Promete devolver a definição aos cabelos naturalmente cacheados, fortalecendo, reestruturando e hidratando os fios até as pontas.


Segundo o fabricante:
"Recria cachos, memoriza a forma e proporciona movimento aos cabelos, com volume controlado.
Enriquecido com a inovadora Filloxane, conhecida por reforçar desde o interior a estrutura da fibra capilar, e extrato de seiva de bambu."


Creme para Pentear Fructis Cachos Poderosos

Como sempre, no rótulo há a informação de que estes benefícios são conseguidos usando-se também o shampoo e condicionador. E como sempre, eu comprei só o Creme para Pentear. Porque sim!
Meus cabelos estão danificados, com dificuldade para cachear e precisando de corte urgente. Como sigo desde pequenininha, estou esperando a lua ideal pra cortar - sou dessas. 


Creme para Pentear Fructis Cachos Poderosos

O rótulo, bem explicadinho, fornece todas as informações necessárias para a decisão de compra. 
Adorei a frase: "Seus cachos são sua identidade". É assim mesmo que eu me sinto, e por isso cuido com tanto carinho (apesar de alguns vacilos esporádicos) e valorizo tanto produtos voltados para os cabelos cacheados.


Creme para Pentear Fructis Cachos Poderosos

A embalagem chamou a minha atenção logo de cara com esse tom roxo e rótulo brilhante. O frasco é de plástico maleável, tampa com bico dosador, e com 250ml de produto. Como aconteceu quando usei outro creme para pentear da marca, fui ficando irritada com a pouca quantidade de produto que sai neste bico e já usava sem ele. 


Leia também:



Creme para Pentear Fructis Cachos Poderosos

O creme é branco, espesso na medida e com consistência fácil de espalhar nos fios. O cheiro não me agradou, achei amadeirado, não perfumado, estranho. 
Apliquei como de costume e senti os fios fáceis de pentear e fazer a fitagem preguiçosa que costumo usar. Depois de secos, os cachos ficavam em ordem, bem feitinhos e com pouco frizz. Mas com toque áspero, fios rígidos e com pouco movimento. No dia seguinte é pior, sentia aquela sensação de cabelos sujos, pesados, ásperos e sem brilho. Achei que fosse a quantidade usada. Fiz vários testes, com menos creme, com mais creme, em dias mais secos, mais úmidos e o resultado foi sempre o mesmo. Usei até o fim de teimosa, e pra sentir algum outro possível benefício do creme, mas não foi amor, não tem jeito.


Resumo

Pontos positivos:
♥ Fácil de espalhar
♥ Quando úmidos, cabelos fáceis de pentear e modelar


Pontos Negativos:
► O cheiro
► O bico dosador é estreito


Comprei por R$ 8,99 e não compraria novamente porque meus cachos não se adaptaram ao creme.


Comprei o produto com recursos próprios. 
Minhas impressões são espontâneas e representam minha real e sincera opinião.


Esmalte Cláudia Raia Red Pepper

Oi gente linda! Tudo bem com vocês?

Ainda estou me sentindo muito culpada pela ausência tão grande daqui do blog, tanto tempo sem postar me deixou triste. Mesmo sentindo muita falta, eu não conseguia e me respeitei neste momento. Não tem como forçar. Agora é correr contra o atraso.

Ainda no mês de outubro, usei um esmalte que estava aqui na minha gaveta desde o meio do ano, na fila para experimentar. É o Cláudia Raia Red Pepper da Luxor.


Esmalte Cláudia Raia Red Pepper

Esmalte Cláudia Raia Red Pepper

O Red Pepper é um vermelho tomate perolado lindo, cheio de brilhinhos e muito pigmentado. Usei duas camadas que cobriram as unhas perfeitamente, secaram rápido e sem bolinhas. A cobertura é muito boa, lisinha e uniforme, graças também ao pincel flat bem gostoso de esmaltar.
Para completar a esmaltação, apliquei uma camada do Verniz Extra Brilho Impala.


Esmalte Cláudia Raia Red Pepper

Esmalte Cláudia Raia Red Pepper

Eu estava muito curiosa quanto a este esmalte principalmente pela grande divulgação em torno do nome da atriz Cláudia Raia, quando fiquei sabendo que ela também é alérgica. Nada melhor do que uma linha para alérgicas assinada por uma alérgica. E a coleção Raia Rouge era de vermelhos (passando por alguns rosas), com 15 cores estonteantes bem ao estilo mulherão da atriz.
Na hora de esmaltar, percebi o cheiro muito suave do esmalte, uma consistência ótima e acabamento muito bonito. O vidrinho quadrado é fofo, com tampa dourada que se solta do pincel (para aquelas que não gostam da tampa gordinha). A durabilidade foi ótima, ao contrário do outro esmalte da Luxor que eu usei aqui. Fiquei 4 dias com ele nas unhas ainda intacto, e o melhor, sem qualquer reação alérgica. Perfeição!


Rótulo
Clica que aumenta.

A rotulagem do esmalte ficou um pouco a desejar. O nome do componentes está bem difícil de ler, com as letras se fundindo e misturando. Merecia uma atenção nesta parte. 
Mas...
Levei um susto quando vi a foto para o post e prestei atenção à lista de componentes. O esmalte tem Tolueno e Tosylamide/Formaldehyde Resin na fórmula. Ou seja, todo aquele alarde em torno da coleção ser 3 Free não é verdade, o esmalte só é livre do DBP. Ainda bem que não tive alergia, chego à conclusão de que minha alergia também não é ao Tolueno (descobri na prática que não sou alérgica ao Formol), mas isso é um perigo para as alérgicas que podem ter reações graves por confiar cegamente em alguns blogs e informações da internet.
Mais uma vez tenho que alertar e lembrar: leiam o rótulo antes de usar um esmalte. Eu não li, tive sorte de não ter reação, porém corri sério risco e me arrependo muito. Até porque, independente da alergia, prefiro usar esmaltes sem os componentes venenosos.


Esmalte Cláudia Raia Red Pepper


Esmalte Tuila Esmalte Chic! e carimbada

Oi gente linda! Tudo bem com vocês?

Hoje vou mostrar uma marca de esmaltes que apareceu no mercado em 2013, comprei alguns na vidrinhos na época, mas há mais de um ano não vejo no comércio e nunca mais consegui nenhum tipo de contato com a empresa. Trata-se dos Tuila, que tinham cores interessantes em versão Toxic Free e nomes engraçados. Os que usei no início do mês de outubro foram o "Esmalte Chic!" carimbando com o "Viciada em Esmaltes!".


Esmaltes Tuila Esmalte Chic! e Viciada em Esmaltes!

Esmaltes Tuila Esmalte Chic! e Viciada em Esmaltes!

Nesta esmaltação, o Esmalte Chic! é um nude metalizado, translúcido. Usei duas camadas e ainda ficou aparecendo o branquinho das unhas. Deixei assim mesmo porque eu ia carimbar. Secou rápido mas deu bolinhas (o calor estava demais naquele dia).
Eu digo que o Esmalte Chic! nesta esmaltação "está" nude porque ele mudou totalmente de cor. Quando comprei e usei a primeira vez ele era azul metálico bem escuro.

Cor Original
Era assim

Cor alterada
Ficou assim

Sério, gente, a cor parece ter vazado ou "sido expelida" pelo vidrinho. Juro que estava bem fechado, mantido em gaveta escura junto com outros milhares de vidrinhos, e nem que eu fosse tão entendida a esse ponto nunca conseguiria extrair o pigmento azul deste jeito kkkkkk.

Cor alterada
Detalhe do pigmento que vazou do vidrinho

☼ Leia também:



Esmaltes Tuila Esmalte Chic! e Viciada em Esmaltes!

Esmaltes Tuila Esmalte Chic! e Viciada em Esmaltes!

Aí na hora de carimbar usei o Viciada em Esmaltes! que era um preto poderoso tudo de bom (usei aqui) e agora é um preto translúcido sem graça. 


Placa P18 Apipila

O desenho usado é da placa Apipila P18.
Sobre tudo, uma camada do top coat Ludurana Toque Final que quase não arrasta os desenhos.
No fim, até gostei da esmaltação, ficou delicada. Mas fiquei chateada por esmaltes tão lindos terem mudado tanto, ainda na validade, e eu não conseguir contato com os fabricantes.


Esmaltes Tuila Esmalte Chic! e Viciada em Esmaltes!



Guarapari e um pouco das férias

Oi gente linda! Tudo bem com vocês?

Sumi... E foi longo esse sumiço.
Mas não foi abandono! As férias do marido com direito a viagem a Guarapari e outras cidades do sul do Espírito Santo se seguiram de quase um mês pra colocar a casa em ordem e a cabeça também. Apesar de sentir muita falta do blog, da internet, dos amigos virtuais e de toda essa interação, é muito difícil pra mim voltar à rotina de casa depois de passar 20 dias sentindo o vento no rosto, areia da praia nos pés e o banho na imensidão do mar para renovar o espírito. Costumo dizer que em outra encarnação eu era peixe: eu amo o mar!

Só pra ir voltando ao ritmo, este post terá fotos desses lugares lindos por onde andei em novembro. E não esperem me ver em muitas fotos, uma das minhas paixões é fotografar paisagens, ok?



Piúma, a Cidade das Conchas

Esta pequena cidade, que fica a uns 35km de Guarapari, é tranquila, com praias muito bonitas de águas clarinhas e mornas menos geladas à tarde. Geralmente é a nossa escolha na hora do banho de mar, mas a distância desanima um pouco. A orla tem prédios pequenos, de no máximo 5 andares (se não me engano) onde os apartamentos ficam a maior parte do ano fechados. Por isso não conseguimos nos hospedar lá: os apartamentos cheiram a mofo e minha alergia não aguenta.
A praia do centro da cidade, esta das fotos abaixo, é imensa e com vários nomes ao longo da calçada (parcialmente destruída pela maré e ainda não reformada). Muito rasa e calma, na maré baixa recua deixando uma enorme faixa de areia úmida e quentinha, permitindo a travessia a pé até a Ilha do Meio. Eu e marido já fizemos essa travessia e adoramos.

Férias no Espírito Santo
Maré baixa, por volta de meio-dia. Ao fundo, o Morro do Agá.

Férias no Espírito Santo

Orla de Piúma. Foto tirada da trilha que leva à Ilha do Gambá.

 Férias no Espírito Santo
Esta foto é do dia que retornamos pra casa, pouco antes das 8 da manhã. Estava um dia lindo.



Guarapari, a Cidade Saúde.

Guarapari é talvez a cidade mais famosa do Espírito Santo. Aconchegante, atualmente muito bem cuidada e com belíssimas praias. As mais famosas são: Castanheiras, Areia Preta, Namorados no centro da cidade; e a Praia do Morro, onde ficamos hospedados já há 12 anos. Todas têm águas muito limpas e claras, mas muito, muito geladas. As únicas menos frias, à tarde, são as Três Praias.
Guarapari faz parte da região metropolitana de Vitória, tem muitos residentes fixos, recebe grande quantidade de turistas durante o ano todo e tem uma razoável estrutura para tanto. Pra quem tem vontade de conhecer e passear também na capital, são 51Km de distância até Vila Velha e 58Km até Vitória através da Rodovia do Sol que é muito boa, praticamente um retão.
  

Férias no Espírito Santo

Praia das Castanheiras e dos Namorados. Águas muito limpas e tranquilas. E geladas.

Férias no Espírito Santo

Praia das Virtudes, igualmente lindinha e gelada.


Férias no Espírito Santo

Praia das Virtudes. Ao fundo, Castanheiras e Namorados.


☼ Leia também:


Além das belas e inúmeras praias, do verde sempre presente e natureza preservada, me encanto com este trecho entre Guarapari e Anchieta onde tem falésias ainda em movimentação, que até já engoliram parte do acostamento da Rodovia do Sol recém reformada.

 Férias no Espírito Santo

Férias no Espírito Santo

Férias no Espírito Santo

Esta última foto tem ao fundo o porto por onde a Samarco (sim, aquela da tragédia em Mariana-MG) embarca em imensos navios a sua produção de minério. 



No segundo dia em terras capixabas, fomos conhecer o Parque Estadual Paulo César Vinha. Eu não tinha muita curiosidade sobre o local, mas depois que descobri que lá tem a Lagoa Coca-cola, ou melhor, a Lagoa de Caraís, tratei de incluír no "roteiro". 
O Parque é uma grande reversa natural de fauna e flora entre Guarapari e Vila Velha, com acesso pela Rodovia do Sol. Logo na entrada tem um pequeno estacionamento onde deixamos o carro, uma recepção e guardas (ou seguranças) uniformizados que nos passaram as informações sobre como chegar à Lagoa e à praia. Na recepção tem uma estrutura para receber os turistas com Centro de Vivência onde são ministradas palestras e informações sobre o parque, banheiros, bebedouros, áreas cobertas para descanso. Sim, porque a caminhada até a lagoa não é fácil: são 2,5km até a praia, e mais 1km até o destino final. Tudo debaixo de um sol escaldante (eu não esperava por isso, o início da trilha é arborizado e com sombra), trechos com areia muito fofa que dificulta a caminhada e cansa horrores. Mas, por outro lado, com vários pontos para tirar fotos deste lindo lugar.

Férias no Espírito Santo

Férias no Espírito Santo

O início da trilha até a praia e a lagoa.

Férias no Espírito Santo
Eu e maridão cercados pelo verde.


Férias no Espírito Santo

Praia de Setibão, no fim da primeira trilha.

Férias no Espírito Santo

A praia é totalmente deserta, selvagem, uma lindeza.
Vou aproveitar pra dar uma dica pra quem pretende conhecer este lugar: para chegar até a lagoa vá pela praia, a caminhada na areia mais firme perto da água é bem menos cansativa que na areia fofa da trilha "oficial". Fizemos isso no retorno e garanto que é melhor.

Férias no Espírito Santo

Esta é a famosa Lagoa de Caraís ou Coca-cola. Este apelido é por causa da coloração bastante escura e pela formação de bolhas quando há o encontro com o mar na maré cheia. Eu não vi pessoalmente essas bolhas, li relatos na internet. A lagoa é enorme, adentra o parque até sumir de vista. Há um mirante onde se pode ser grande parte da extensão, mas não fomos até lá.

Férias no Espírito Santo
Apesar da cor escura vista de longe, a água é transparente e cheia de peixinhos que cercaram os meus pés quando entrei fui testar a temperatura. Ah, era de manhã e estava quentinha.

Férias no Espírito Santo
Pedi pra marido tirar uma foto mostrando a lagoa e o mar e o resultado foi este. Mas dá pra ver a pontinha da lagoa ali no lado direito, e o marzão de Setiba no lado esquerdo.


Férias no Espírito Santo

Centro de Vivência, debaixo de um cajueiro carregado. Eu nunca tinha visto de perto cajus em crescimento e fiquei encantada. Esta foto foi feita no retorno da caminhada, notem minhas bochechas queimadas rosadas parecendo que usei "ruge" da vovó kkkk. Detalhe: por volta de 10:30h da manhã.



Marataízes

Outro passeio que incluí no roteiro de férias deste ano foi a Lagoa do Siri, em Marataízes. A cidade fica a 65Km de Guarapari, e a partir do centro são mais 9Km até a Lagoa do Siri. A lagoa é uma piscina natural próxima do mar, com água morna e clarinha (tendendo ao amarelado). Tem uma estrutura de quiosques que deve funcionar melhor na alta temporada e estacionamento grande, mas com cobrança. Como fomos em dia de semana, fora de temporada, só vimos um quiosque funcionando e o estacionamento vazio - nada de cobradores.

Férias no Espírito Santo

O tempo estava horrível, mas dá pra ver a proximidade da Lagoa do Siri do lado esquerdo e o mar, do lado direito.

MarataízesFérias no Espírito Santo

Ao fundo, o único quiosque funcionando. Tudo praticamente vazio.

Férias no Espírito Santo

Não anotei o nome desta praia, mas me chamou a atenção a presença da areia monazítica (areia preta) que está presente em grande parte do litoral do Espírito Santo.

Férias no Espírito Santo

Outra praia "sem nome", mais perto do centro de Marataízes.

Férias no Espírito Santo

Esta casa, perto da Lagoa do Siri e de frente para a praia me encantou: notaram a imensa varanda no andar superior? Imagino essa varanda num dia ensolarado, recebendo toda a claridade do amanhecer e com vista privilegiada do mar... E viram aquela setinha amarela no canto esquerdo da foto?


Férias no Espírito Santo

Este é o detalhe: churrasqueira de vidro... Apaixonei!



Tem também algumas fotos de bichos e flores que resolveram posar para nós durante aqueles dias.

Férias no Espírito Santo

Férias no Espírito Santo

Férias no Espírito Santo

Férias no Espírito Santo

Férias no Espírito Santo

Férias no Espírito Santo

Férias no Espírito Santo

Cajus em formação... Que lindinhos!


E por último, essa esquisitice fofura na decoração de Natal de um dos Shoppings que visitamos.

Férias no Espírito Santo


Deixei todas as fotos pequenas para ter melhor visualização no blog mas é só clicar que aumentam de tamanho.

O post ficou grande, mas eu queria ter mostrado muito mais fotos. E também demorou horrores pra sair porque cada vez que reviso fico me perdendo nas lembrança e morrendo de saudades do meu pedaço de Brasil favorito.